Analise a pesquisa mensal de emprego com R


Mais um post no excelente analyze survey data for free, agora com a PME.

Parabéns ao Anthony Damico e ao Djalma Pessoa pela iniciativa!

 

Os 24 tipos de autoritários e os 24 tipos de libertários


 

Os autoritários:autoritarismoE os libertários (em inglês):

types_of_libertarian1

Via information liberation, lefty cartoons e Economistas X (versão em português).

 

Estatísticas de homicídio – mais sobre erro de medida.


Qual foi a quantidade de homicídios no EUA em 2010? Três medidas diferentes, com 25% de diferença entre a maior e menor.

12,966, FBI, Crime in the United States 2010.

13,164, FBI, Crime in the United States 2011 (2010 figure).

14,720, Bureau of Justice Statistics (Table 1, based on FBI, Supplementary Homicide Statistics).

16,259, CDC (based on death certificates in the National Vital Statistics System). 

Veja mais no Marginal Revolution.

Para saber mais sobre o assunto, veja no blog também  aqui aqui ,aquiaqui, aqui e aqui.

 

Analisando microdados do IBGE com o R


Os materiais do Seminário de Metodologia do IBGE de 2013 estão disponíveis para download. Dentre eles, destaco o do mini-curso Introdução à análise de dados amostrais complexos. Lá você vai aprender a replicar os resultados da POF, da PNAD e amostra do Censo levando em conta o desenho amostral das pesquisas (que é necessário para se calcular corretamente medidas de precisão, como a variância). O material é bastante focado no blog de Anthony Damico, Analyze Survey Data for Free. O blog é fantástico, com diversos exemplos de como baixar e analisar dados de pesquisas públicas levando em conta o plano amostral, tudo com ferramentas gratuitas como o R.

Em que países os brasileiros investem?


No post anterior vimos quais países tem investimento direto no Brasil (pelo critério de país de origem imediata).

Agora, que tal visualisarmos em que países os brasileiros investem?

Para tanto, podemos pegar os dados da pesquisa de Capitais Brasileiros no Exterior. Tal qual criança quando ganha um brinquedo novo, vamos lá brincar no R mais uma vez. Abaixo, mapa com a distribuição do Investimento Brasileiro Direto (IBD), participação no capital, conforme país de destino imediato, em 2012.

IBD_pais

PS: encontrei o pdf do Applied Spatial Data Analysis with R,  então esperem mais posts deste tipo.

Investimento Estrangeiro Direto no Brasil (mapa por País de Origem Imediata)


Que tal visualizar os dados do Censo de Capitais Estrangeiros de uma maneira diferente?

Abaixo, mapa com a distribuição do Investimento Estrangeiro Direto (IED) no Brasil, critério participação no capital, em 2010, segundo o país de origem imediata. O mapa foi feito no R. Quanto mais escuro, maior o investimento daquele país em empresas brasileiras.
IED_Pais

PS: agradeço ao Rogério pelo didático post ensinando o caminho das pedras.

Livros em promoção (Kindle): Big Data e Manual de sobrevivência na universidade


Três livros sobre Big Data, da O’Reilly, estão gratuitos na versão Kindle:

- Disruptive Possibilities: How Big Data Changes Everything;

- Big Data Now: 2012 Edition;

- Real-Time Big Data Analytics: Emerging Architecture.

Obviamente, ainda não tive tempo de ler, mas mesmo assim não poderia deixar de divulgar e já baixei para conferir.

E o livro do Leo Monastério, Manual de sobrevivência na universidade: da graduação ao pós-doutorado, também se encontra, por tempo limitado, gratuito na versão Kindle!

Erro de medida, Precificação de ativos e Prêmio Nobel


Entrevista com Larry Cahoon, estatístico do Censo norte-americano. Destaco a passagem abaixo, em que ele ressalta a importância de se saber sobre a variabilidade de uma estimativa, algo tão ou mais crítico do que saber a própria estimativa. Isto está em linha com o que discutimos acerca da acurácia das variáveis econômicas, aqui, aqui e aqui.

To do good statistics, knowledge of the subject matter it is being applied to is critical. I also learned early on that issues of variance and bias in any estimate are actually more important than the estimate itself. If I don’t know things like the variability inherent in an estimate and the bias issues in that estimate, then I really don’t know very much.

A favorite saying among the statisticians at the Census Bureau where I worked is that the biases are almost always greater than the sampling error. So my first goal is always to understand the data source, the data quality and what it actually measures.

But, I also still have to make decisions based on the data I have. The real question then becomes given the estimate on hand, what I know about the variance of that estimate, and the biases in that estimate, what decision am I going to make.

Se você não tinha seguido a recomendação de acompanhar o blog do Damodaran, seguem alguns posts interessantes que você perdeu:

- Chill, dude: Debt Default  Drama Queens

- When the pieces add-up too much: Micro Dreams and Macro Delusions;

- Twitter announces the IPO: Pricing Games Begins, The Valuation, Why a good trade be a bad investment (or vice-versa).

Sobre o prêmio Nobel, saiu tanta coisa na internet que inclusive descobri muitos detalhes interessantes dos trabalhos dos três ganhadores que sequer imaginava. Deixo aqui, para quem ainda não leu, os materiais do Marginal Revolution e do Cochrane.

As consequências da ignorância econômica – em quadrinhos! (2)


20111030Ok, ok. Sei que já são dois posts seguidos do SMBC. Mas não poderia deixar de postar essa, sugerida em um comentário no Drunkeynesian. Veja mais sobre o SMBC no blog aqui e aqui.