Excel, csv e C++ no R. Livro do Alvin Roth, Nova biografia de Steve Jobs. PCO e liberdade de expressão.


Alguns links interessantes:

R

O pessoal do RStudio não para de trabalhar:

Novo pacote (readr) para ler arquivos de texto (csv e similares) no R;

Novo pacote (readxl) para ler arquivos do Excel no R;

Novo pacote (dygraphs) para fazer gráficos interativos de séries temporais no R usando JavaScript; e

O novo RStudio está ficando cada vez mais poderoso: agora tem uma série de recursos novos para C++ como code completion, diagnóstico de sintaxe e source interativo.

Livros

– O Nobel Alvin Roth irá lançar um novo livro para o público geral: Who Gets What — and Why: The New Economics of Matchmaking and Market Design. O livro está em pré-venda, previsto para sair em junho.

– Nova biografia de Steve Jobs está tendo uma boa repercussão no público e na crítica: Becoming Steve Jobs: The Evolution of a Reckless Upstart into a Visionary Leader.

Para finalizar

– Ainda estou na dúvida se é sério, mas o PCO tem um texto  – aparentemente de verdade – defendendo a liberdade de expressão:

Levy Fidelix é um político de direita e inimigo da luta dos homossexuais, e seu discurso foi um ataque direito aos direitos democráticos, mas a condenação dele não é uma vitória da luta pelas liberdades democráticas (…) A multa de um milhão de reais como penalidade para um candidato expressar a sua opinião política em um debate de campanha eleitoral é uma gravíssimo precedente contra a já limitada possibilidade de livre expressão. A crença de que a justiça está do lado do progresso social e da democracia e, por este motivo, podemos dar a ela poderes discricionários, é não só equivocada, como é uma completa cegueira política (…) Nessas condições, é uma política suicida, já não digamos deixar de denunciar estes abusos, mas principalmente aplaudi-los e confundir a consciência das massas, chamando-as apoiar medidas antidemocráticas apenas porque atingem este ou aquele elemento reacionário. (…) A liberdade de expressão, completa e irrestrita, é uma condição sine qua non para a existência das outras liberdades democráticas, ela é uma liberdade que engloba toda a sociedade e que precede todas as liberdades individuais. (…) Existe uma crescente campanha para solidificar o “crime de opinião” o crime onde você pensa algo que alguns não gostaram e naturalmente você é culpado, onde a sua liberdade está reboque da opinião pública, e se sua opinião tem de ter “selo de aprovação” da opinião pública formada pelos monopólios de comunicação e pela burguesia, a opinião própria já está proibida.

 

Retrospectiva: posts mais lidos de 2014


Tivemos copa e eleições e assim, neste ano, os posts acabaram sendo bem temáticos.

Segue, abaixo, uma lista com os mais lidos em 2014, separados por tema.


Estatística (diversos)

 

Que variáveis incluir na regressão? Ou, por que grande parte dos trabalhos aplicados está errada.

Statistics – Emir Sader Style

Statistics – Emir Sader Style – The return of …

Statistics – PSDB Style


Copa

 

Nate Silver – Previsões para a copa do mundo

Previsões para a copa: sem Neymar, Brasil ainda é favorito?

Previsões para a copa: USP e UFSCar x Nate Silver x Céticos

Previsões para a copa: afinal, como se saíram os modelos?


 Eleições

 

Indício de fraude nas eleições? Usando a Lei de Benford.

Votos e Bolsa Família: correlação se mantém quando controlada por estado?

Votos e Bolsa Família: segundo turno!

Dilma, Marina e Aécio no Google Trends, um dia antes das eleições

Previsões para eleições: o que estão dizendo para amanhã?

Previsões para eleição no Brasil?


 Imóveis (Brasília)

 

Mapas de roubos em Brasília?

Quanto mais tempo sem alugar, maior a variação do preço do aluguel? E mais um mapa.

Mapa de aluguel em Brasília (Plano Piloto)

Valores de aluguel em Brasília (plano piloto)

Imóveis no DF: preços de venda estão caindo? 10 meses de coleta.

Para quem foram os votos da Marina?


A pergunta que queria fazer era: quantos votos da Marina foram para Aécio ou para Dilma? Para responder isso, precisaria de alguns dados que não tenho e não vou ter tempo de buscar (e que talvez nem estejam disponíveis).

Mas, na verdade, vou fazer outras perguntas simples que talvez sejam tão interessantes quanto e, provavelmente, sejam uma aproximação razoável:  (i) Os votos válidos para Marina explicam de maneira diferente a variação dos votos válidos para Aécio ou para Dilma? (ii) Isso variou entre os estados da federação?

Resumindo, as respostas são:

(i) sim, cada 1 ponto percentual de voto para Marina no primeiro turno previu, na média, 0.56 pp a mais para Aécio e 0.44 pp a mais para Dilma; e,

(ii) sim, a relação foi diferente para cada estado. Entre alguns exemplos, temos que em São Paulo, Rio Grande do Sul e Alagoas a relação pareceu mais pró Aécio;  já em Minas Gerais e Bahia os votos em Marina explicaram pouco da variação. E em Pernambuco ou na Paraíba houve uma ligeira “conversão” pró Dilma.

***

A regressão geral.

Dependent variable:
Variação Aécio Variação Dilma
(1) (2)
Votos Marina (1 turno) 0.558*** 0.442***
(0.005) (0.005)
Constant 1.287*** -1.287***
(0.076) (0.076)
Observations 5,152 5,152
R2 0.732 0.631
Adjusted R2 0.732 0.631
Residual Std. Error (df = 5150) 2.987 2.987
F Statistic (df = 1; 5150) 14,087.540*** 8,817.183***
Note: *p<0.1; **p<0.05; ***p<0.01

E os gráficos gerais e por UF (no gráfico temos o “excesso” de votos recebidos além do que seria esperado se os votos válidos de Marina tivessem sido distribuídos 50-50).

Aécio (Geral)

Aecio_Marina

Aécio (Por UF)

estados_a_m

Dilma (Geral)

Dilma_Marina

Dilma (Por UF)

estados_d_m

Dilma, Marina e Aécio (e Pastor Everaldo?) no Google Trends!


Olhem que curioso o Google Trends das buscas pelos presidenciáveis, Dilma, Marina e Aécio, nos últimos 30 dias:

Trends

 

Por algum acaso, as tendências parecem refletir um pouco os resultados das pesquisas eleitorais. Dilma, em azul pontilhado, tinha o maior número de buscas. Até que, de repente, Marina – em vermelho –  a ultrapassou. Uma nota: o pico de Dilma Rousseff é fruto da entrevista no Jornal Nacional e, aparentemente, parece ter sido mais mérito de William Bonner do que da Presidenta, segundo os dados das pesquisas relacionadas.

BONNER

Mais recentemente, parece que as buscas estão se aproximando. Vendo apenas os últimos sete dias:

trends7dias

Vale ressaltar, logicamente, que os dados do Google Trends são dados de busca na internet; por favor, não são dados de intenção de voto.  Para ilustrar, vejamos o pastor Everaldo, em verde:

everaldo

 

Algo estranho para quem tem menos de 2% das intenções de votos. Entretanto, vejamos as buscas relacionadas:

peido_everaldo

 

Se você não entendeu, provavelmente foi um dos poucos que não viu este vídeo. Ou seja, não basta ver o número de buscas, mas também seu teor. A despeito dessas ressalvas, incluir o Google Trends como mais um dos inputs para previsão eleitoral talvez não seja uma má idéia.

PS: você pode brincar com essas pesquisa aqui!