O que os modelos de mudança climática podem nos dizer?


Conforme o abstract deste paper do Pindyck :

Very little. A plethora of integrated assessment models (IAMs) have been constructed and used to estimate the social cost of carbon (SCC) and evaluate alternative abatement policies. These models have crucial flaws that make them close to useless as tools for policy analysis: certain inputs (e.g. the discount rate) are arbitrary, but have huge effects on the SCC estimates the models produce; the models’ descriptions of the impact of climate change are completely ad hoc, with no theoretical or empirical foundation; and the models can tell us nothing about the most important driver of the SCC, the possibility of a catastrophic climate outcome. IAM-based analyses of climate policy create a perception of knowledge and precision, but that perception is illusory and misleading. 

Concorre seriamente para um dos melhores abstracts em economia.

Ps: ainda não li o artigo, mas não poderia deixar de compartilhar o abstract.

Os reviews mais engraçados da Amazon e página do blog no Facebook


Voltando de férias, resolvi fazer algo que estava pendente e tinham me sugerido há algum tempo: criar uma página do blog no Facebook. Ela foi criada semana passada e pode ser acessada aqui. Ou, ali ao lado, à direita do blog. Ainda não sei se foi uma boa idéia, pois é mais uma fonte de procrastinação. Assim, a outra sugestão de uma conta do Twitter fica para depois das próximas férias – ou algum outro dia.

Para não gastar um post somente com este assunto insosso de páginas de Facebook, segue um link com os reviews mais engraçados da Amazon (segundo a própria Amazon). Um ótimo livro que gerou vários destes reviews, A Million Random Digits with 100,000 Normal Deviatesjá foi mencionado aqui.

Bicicletas aumentam em 30% a permanência de meninas na escola, na Índia.


Foi o que encontraram os pesquisadores Karthik Muralidharan e Nishith Prakash. A bicicleta afeta principalmente as meninas que vivem entre 5 a 10 Km da escola. Isto mostra: (i) como pequenas distâncias, isto é, pequenos custos, podem ter efeito substancial em algo tão importante no longo prazo como a educação; mas, também, que (ii) esses obstáculos podem ser, muitas vezes, resolvidos com medidas bastante simples.

Veja, abaixo, o vídeo dos pesquisadores:

Via Mankiw.

Divulgando – Manual de sobrevivência na universidade: da graduação ao pós-doutorado


Se você não aproveitou na vez passada, não deixe passar novamente! Hoje, você baixa de graça, para o Kindle, o Manual de sobrevivência na universidade: da graduação ao pós-doutorado do Leo Monasterio.

 

Mapas (e mais mapas) dos EUA no século XIX


Um livro e um site, com um blog, sobre os mais diversos mapas criados nos Estados Unidos no século XIX.

Abaixo, um exemplo – um mapa de onde ficavam as casas de jogos e prostituição em Chinatown, em São Francisco.

Chinatown