Os bancos são terroristas inflacionários e fazem pressão nas previsões de inflação para que o BC aumente juros.


Não.

Na verdade, entre 2000 e 2010, segundo a tese de doutorado de Emilio Chernavski, as previsões do relatório FOCUS são deflacionistas: erraram sistematicamente, para baixo, em suas previsões de inflação.

E erraram nos outros agregados também, às vezes mais para cima (como produção industrial) e às vezes mais para baixo (como PIB).

Contudo, se você for um daqueles que acreditam em teoria da conspiração, é bem provável que a informação acima não te convença. Pelo contrário, haverá o efeito tiro-pela-culatra (vale a pena ler).

PS: também já se tratou disto aqui.

Anúncios

Os juros altos e a ganância dos bancos


 

Mesmo em faculdades de economia, ainda há quem se entregue ao discurso fácil de que juros altos são sempre desejados pelos bancos. Assim, quando o Banco Central aumenta a taxa básica, estaria sendo cúmplice do mercado financeiro; e, por outro lado, quando a autoridade monetária a reduz, estaria sendo ousada, jogando contra os bancos e a favor da sociedade.

Isso não é bem verdade e pretendia tratar do assunto futuramente. Mas acabei de ver o novo post do Alexandre Schwartsman. Este e outro post um pouco mais antigo, que desmistifica a idéia de que o mercado faz “terrorismo inflacionário” para o aumento dos juros, dão conta – e muito bem – do recado.