O que é a probabilidade a posteriori


Deborah Mayo achou que o vídeo do post anterior, sobre as más interpretações do p-valor, parte implicitamente do pressuposto de que, caso o resultado tivesse sido divulgado em forma de uma probabilidade a posteriori, não haveria problemas de interpretação.

Mayo propõe, assim, um rejoinder, com um diálogo evidenciando as dificuldades – em alguns casos maiores – da inversão bayesiana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s