Livros de estatística pesam 0Kg.


Nos comentários de um post do A Mão Visível,  vi o Economista X sugerir que um resultado estatisticamente insignificante é evidência a favor da hipótese nula que está sendo testada.

Isso não é verdade, pois somente a rejeição ou não rejeição da hipótese nula – ou somente o p-valor – não fornece informação suficiente para esse julgamento.

Acho que uma forma simples de se instigar a reflexão sobre o assunto é com um exemplo absurdo como o abaixo.

Vale lembrar: apesar de parecer um engano trivial, é muito fácil se deixar levar por este tipo de interpretação. E ela é bastante difundida nos trabalhos aplicados.

***

Tenho evidência cabal de que livros não pesam nada. Isto mesmo, livros têm peso zero. Vejam abaixo, os dados são acachapantes. Primeiro com os livros do Jim Berger e do Aris Spanos:

20120613-185128.jpg

Agora vejam Fisher e Lehmann & Romano.

20120613-190440.jpg

Testei com mais de dez pares de livros diferentes. Todos com o mesmo resultado, p-valor=100% (o p-valor é a probabilidade de a minha balança acusar 0Kg (ou mais) quando os livros pesam de fato 0kg).

Conclusão: livros pesam 0Kg (pelo menos os livros de estatística, sejam frequentistas ou bayesianos).

***

Obviamente que a interpretação acima é absurda e nem mesmo um leigo a levaria a sério.

Entretanto, existem muitos estudos publicados que afirmam encontrar evidência a favor da hipótese nula simplesmente por não rejeitá-las. Isso é um raciocínio análogo ao exemplo.

Que informação (ou informações) a mais você levou em conta no teste da balança para julgar que o resultado zero não é uma boa evidência de peso zero (ou aproximadamente zero)? Há pelo menos duas coisas que você deveria ter levado em conta. Essas mesmas coisas servem para os testes estatísticos rotineiramente aplicados.

Pelo exposto, fica claro por que a afirmação de “O” anônimo, apesar de ácida, não é tão absurda assim:

…se você acha que um teste de raiz unitária em uma série macroeconômica de 10 anos tem mais informação sobre a ordem de integração do que o nome da variável em questão, você não entende nem de macroeconomia nem de econometria.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Livros de estatística pesam 0Kg.

  1. Pingback: Nate Silver, Frequentistas, Bayesianos e Economistas | Análise Real

  2. Pingback: Sobre a acurácia das variáveis econômicas | Análise Real

  3. Pingback: A evidência prova: você é obeso… mas não é gordo! | Análise Real

  4. Pingback: Você é obeso… mas não é gordo 2! Ou, mais sobre p-valores. | Análise Real

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s